Colégio Santa Maria prepara volta às aulas

  • Quinta, 21 Janeiro 2021 14:22

Após enquete com familiares, alunos serão divididos em grupos para aulas presenciais e on-line; material escolar será entregue em drive thru; ensino remoto colaborou para lista mais barata

 

Por Colégio Santa Maria

As férias escolares estão chegando ao fim, e o Colégio Santa Maria irá retomar suas atividades em 1º de fevereiro, respeitando as normas da Secretaria Estadual de Educação. Vale lembrar que no ano passado a direção da Escola optou por não voltar com as aulas do currículo regular, mesmo com autorização da Prefeitura Municipal.

Os alunos estarão divididos em dois grupos: em um deles os estudantes participarão, em sistema de rodízio, das aulas presenciais e a distância. O outro grupo será composto pelos estudantes que não poderão frequentar o Colégio e, portanto, seguirão exclusivamente no sistema on-line. São os casos em que o aluno tem fator de risco ou mora com pessoas que possuem comorbidades e são vulneráveis à contaminação do coronavírus. Para integrar o grupo virtual, é necessário apresentar atestado médico.

Baseada em uma enquete feita com as famílias, a equipe pedagógica está formando os grupos para o planejamento do semestre letivo, que vai exigir um novo formato diante dos desafios impostos pela pandemia. “Para oferecer maior segurança aos nossos alunos e familiares, quando tivermos o cálculo do número de estudantes em cada sala, teremos condições de dividir as turmas e ofertar atividades simultâneas em ambientes diferentes”, diz Marcia Almirall, orientadora pedagógica do 3º ano do Ensino Fundamental. Como o Santa Maria dispõe de uma grande área externa, as atividades podem ser distribuídas em diversos espaços, o que permite maior distanciamento.

 

DRIVE THRU DE MATERIAL ESCOLAR

O Santa Maria entregou o material adquirido pelas famílias pelo sistema drive thru. Desde o final do ano passado, o Santa Maria reduziu a quantidade de produtos da sua lista de material, em virtude do sistema on-line e do uso cada vez menos frequente de impressão de papel. Além disso, parte do material didático do Ensino Fundamental e Ensino Médio é digitalizada. A instituição incentivou, ainda, o reaproveitamento de cadernos, borrachas, lápis, canetas, compasso etc. Em função das mudanças, as famílias tiveram uma margem de economia entre 10 e 28%. 

 

 (Imagem: ake1150sb/iStock.com)

 

 

  • 84
  • Última modificação em Quarta, 27 Janeiro 2021 17:01