Sesc homenageia os 100 anos de Edgar Morin com debates ao vivo

  • Sexta, 25 Junho 2021 15:31

por Sesc

Para marcar os 100 anos do filósofo e sociólogo francês Edgar Morin, que serão completados em julho, o Sesc São Paulo promove nos dias 28 e 29 de junho o ciclo “Jornadas Edgar Morin – A vida em tempos de incertezas e a construção do futuro“. As duas mesas ao vivo reunirão na série Ideias #EmCasaComSesc, no Canal do Youtube do Sesc SP e no Facebook do Sesc SP, nomes como Mário Sérgio Cortella e Michel Maffesoli. O pensador homenageado e o diretor do Sesc SP, Danilo Santos de Miranda, farão a abertura do evento. 

Edgar Morin é um pensador polifônico, transdisciplinar, empenhado em ampliar a compreensão de um mundo cada vez mais interligado, interconectado, interdependente, devastado por uma policrise planetária, que demanda uma política de civilização capaz de superar o mal-estar, regenerar o humanismo, ampliar a ética. As duas mesas serão voltadas para as incertezas do futuro no mundo contemporâneo, tendo como referência sua vasta obra e a pluralidade de interpretações dela decorrentes.

Na segunda-feira (28/06), o encontro terá abertura de Edgar Morin e do diretor do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda, prólogo de Edgard de Assis Carvalho e participação de Maria da Conceição Xavier de Almeida e Juremir Machado. A mediação é de Lia Diskin, com apresentação de Heloisa Pisani. 

Na terça-feira, (29/06), a mesa conta com a participação de Tereza Mendonça Estarque e Izabel Petraglia, prólogo de Edgard de Assis Carvalho, mediação de Mário Sérgio Cortella, epílogo de Michel Maffesoli e apresentação de Heloisa Pisani.

A relação do Sesc com o pensador francês remonta aos idos de 1990 e resultou em uma longa e frutífera trajetória do encontro do pensamento de Morin com os ideais do Sesc, que culminou na criação de um site em 2002, reformulado e relançado em 2020. 

O site – edgarmorin.sescsp.org.br – traz o itinerário de vida do pensador francês ao longo do século XX, destacando os momentos mais marcantes em formato de história em quadrinhos. Para aprofundar o estudo sobre a vasta obra de Morin, palavras-chave pontuam fragmentos da obra de Morin, a fim de apresentar a abrangência e a atualidade das reflexões feitas sobre seu complexo pensamento.

Jornadas Edgar Morin – A vida em tempos de incertezas e a construção do futuro

28 de junho, segunda, às 15h

Abertura:

Edgar Morin – Antropólogo, sociólogo e filósofo francês. Pesquisador emérito do CNRS. Formado em Direito, História e Geografia, realizou estudos em Filosofia, Sociologia e Epistemologia.

Danilo Santos de Miranda – Filósofo, cientista social e especialista em Ação Cultural. Diretor do Sesc São Paulo. Conselheiro em diversas entidades, dentre as quais a Fundação Itaú Cultural, Rede Nossa São Paulo e Conselho Municipal de Turismo da Cidade de São Paulo. 

Prólogo:

Edgard de Assis Carvalho – professor titular de Antropologia da Faculdade de Ciências Sociais da PUC-SP, coordenador do COMPLEXUS. Correpresentante brasileiro da cátedra itinerante UNESCO Edgar Morin. Professor visitante da Fiocruz, Recife. Autor de vários ensaios e livros sobre antropologia dos sistemas complexos.

Debatedores:

Juremir Machado da Silva – doutor em Sociologia pela Sorbonne, professor titular da PUC-RS, jornalista, historiador, radialista e escritor. Traduziu quatro dos seis volumes de “O Método” de Edgar Morin, com quem fez pós-doutorado na França. 

Maria da Conceição Xavier de Almeida – doutora em Ciências Sociais (Antropologia) pela PUC-SP. Professora Titular da UFRN. Coordenadora do GRECOM – primeiro ponto brasileiro da Cátedra Itinerante UNESCO Edgar Morin para o Pensamento Complexo. 

Mediação:

Lia Diskin – escritora, cofundadora e mentora da Associação Palas Athena, de programas educacionais multidisciplinares e multiculturais no Brasil e exterior, pelos quais recebeu inúmeras premiações nas áreas de Direitos Humanos, Ética e Cultura de Paz.

Apresentação:

Heloisa Pisani – assistente de Relações Internacionais do Sesc São Paulo, instituição onde atua desde 2008. Jornalista, mestre em Multimeios e especialista em Gestão e Políticas Culturais.

 

29 de junho, terça, às 15h

Prólogo: Edgard de Assis Carvalho.

Debatedores:

Tereza Mendonça Estarque – presidente do Instituto de Estudos da Complexidade, psicanalista, membro efetivo do Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro. Doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP, com pós-doutorado em Filosofia Política pelo IUPERJ.

Izabel Petraglia – doutora em Educação pela USP, com pós-doutorado pelo Centro Edgar Morin, da EHESS – Paris. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Metodista de São Paulo. Líder do GEPEC – Grupo de Estudos e Pesquisa em Complexidade, cadastrado no diretório de grupos do CNPq.

Mediação:

Mário Sérgio Cortella – filósofo e doutor em Educação, docente do Departamento de Teologia e Ciências da Religião e da pós-graduação em Educação da PUC-SP.

Epílogo:

Michel Maffesoli – doutor em Ciências Humanas e Sociologia, é professor emérito da Universidade Sorbonne – Paris, fundador e diretor do Centre d’Études sur l’Actuel et le Quotidien – CEAQ (Centro de Estudos sobre o Atual e o Cotidiano), e diretor do Centre du Research sur l’imaginaire (Centro de Pesquisa sobre o Imaginário).

Apresentação: Heloisa Pisani.

 

Divulgação: https://m.sescsp.org.br/sesc-homenageia-os-100-anos-de-edgar-morin-com-debates-ao-vivo/

  • 24
  • Última modificação em Sexta, 25 Junho 2021 15:36