Comunicação

Comunicação (70)

O secretário da Educação do Estado de São Paulo, Rossieli Soares, foi o convidado especial do encontro “Diálogos Abepar”, realizado no último dia 15/3, nas dependências do Colégio Santa Cruz. Fabio Aidar, diretor geral do ‘Santa’ e membro do Conselho Estadual de Educação, coordenou o…
Rossieli Soares, secretário da Educação do Estado de São Paulo, é o convidado do próximo “Diálogos Abepar”, ciclo de encontros e palestras promovido pela Associação Brasileira de Escolas Particulares. Rossieli Soares vai falar do novo Ensino Médio e dos desafios de sua implantação na rede…

Bem-vindos e bem-vindas ao início de mais um ano letivo e ao nosso blog, que retoma esse importante espaço de análise e discussão sobre temas educacionais relevantes que atravessam as reflexões da equipe da Vila.

Um dos temas que nos inquietam são os desafios que se colocam para as escolas contemporâneas que buscam uma educação realmente comprometida com uma formação para a vida: uma escola multidimensional, inclusiva, que promova a equidade, que seja desafiadora e responsável.

Essa não é uma empreitada simples, mas é o compromisso que guia e sempre guiou as escolhas da Escola da Vila. Especialmente neste ano letivo, que tem início agora, quando estamos em pleno processo de reorganizar os espaços e os tempos escolares, com uma jornada ampliada, novos projetos integrados e novas dinâmicas de organização dos estudantes para agregar experiências ao que envolve o ser, o fazer e o estar na escola.

Um desafio constante que temos é tornar visível aquilo que tem potencial para mobilizar aprendizagem, gerar interesses. Como dar um sentido mais profundo e genuíno para o que se aprende na escola?

Parte desse sentido tem relação com encontrar grandes perguntas, grandes ideias e dilemas por trás de cada tema em estudo. Assim, em todas as etapas da escolaridade, a revisão e a ampliação de projetos com enfoque global na resolução de problemas atuais, amplia a criação de propostas interdisciplinares, nas quais os estudantes seguem tendo um papel intelectualmente ativo, e são convocados a explorar situações reais a partir de diferentes áreas, provocados, assim, a expandir seus repertórios de ideias e capacidades para pensar e atuar no mundo.

Consideramos essa transformação da escola uma força vital, que a torna capaz de reconhecer suas limitações e alterá-las na busca da promoção integral dos direitos de aprendizagem de crianças e jovens desta época.

Compomos um coletivo que educa em um espaço no qual os estudantes são encorajados a tomar decisões e assumir responsabilidades, arcando com as consequências e, assim, arriscando-se em um ambiente de colaboração, no qual cada um se sente parte e pertencente a um todo que aprende, atuando e fazendo a diferença. Esse é o desafio que segue nos mobilizando em 2022.

Acima de tudo, e refletindo sobre o papel da escola, precisamos de gente para virar gente.

Neste contexto, um segundo desafio é a construção coletiva de uma comunidade ativa, com vivências sensíveis, de ocupação de espaços e de promoção de trocas variadas entre as pessoas que nela convivem, com contribuições efetivas às comunidades do entorno. Isso se dá abrindo a escola para projetos que tragam a cidade para dentro e que levem todos os estudantes a atuar muito mais em ações para além de seus muros.

Estar mais tempo na escola é também uma resposta para ampliar vivências, que aproximem e promovam experiências, que cultivem o reencontro com o investigar, o brincar, o projetar, o sentir, o pensar, o fazer, o praticar. Avançamos para uma escola que, cada vez mais, integra e conecta as crianças e jovens ao um pertencimento social, valorizando a importância de sua ação no mundo.

Estamos começando e seguiremos compartilhando essa nova jornada da Vila, desejando um ano no qual a transformação criativa siga guiando nossa equipe e que tantas outras reflexões passem por aqui e provoquem nossos leitores e leitoras.

 

Por Fernanda Flores, direção geral da Escola da Vila 

Veja mais em: https://blog.escoladavila.com.br/mais-uma-jornada-e-muitos-desafios

 

Nós, educadores, temos o dever indeclinável de retomar plenamente as atividades letivas presenciais em 2022. Muito já se perdeu com o afastamento dos alunos de suas escolas. As marcas estão por toda parte, muitas delas, especialmente as emocionais, de difícil superação. 

É nossa responsabilidade neste momento reunir toda a comunidade educativa, convocar estudantes, professores, colaboradores, mães, pais e responsáveis para que possamos, juntos, vencer esta etapa e seguir adiante com o processo educativo, dando novo ânimo e esperança aos alunos, reabrindo para eles o futuro.

Contaremos nesse processo com a ajuda das vacinas, um recurso seguro e eficaz que a ciência proporcionou à humanidade em tempo recorde. Parte expressiva da comunidade educativa encontra-se já com a vacinação completa contra a Covid-19. Já a vacinação das crianças deverá ganhar velocidade nas próximas semanas – e conta, naturalmente, com o nosso total apoio. Esperamos que todas as crianças sejam vacinadas o quanto antes. Importante destacar ainda, para o início do ano letivo, a manutenção dos cuidados sanitários amplamente conhecidos, como o uso de máscaras e outros.

Aprendemos com essa difícil e dolorosa experiência que, mantendo um protocolo rigoroso, escola é ambiente seguro, é espaço insubstituível para a aprendizagem e a socialização. Cabe a nós, educadores, defendê-la hoje e sempre, de braços dados com a sociedade civil e a comunidade educativa ao nosso redor. Ao dar início às aulas presenciais em 2022, teremos a alegria de observar em nossos estudantes o olhar vivo e emocionado de quem quer aprender sempre mais. Boa jornada a todos!

Abepar – Associação Brasileira de Escolas Particulares

Formação tem foco na compreensão do racismo estrutural e na capacitação crítica para propostas pedagógicas contra esse sistema.

São Paulo, 13 de dezembro de 2021 – Como contribuir para a formação de profissionais da Educação que buscam compreender o quanto e como o racismo faz parte da estrutura social no Brasil? 

O Instituto Vera Cruz, unidade de Ensino Superior da Escola Vera Cruz, acaba de lançar uma nova pós-graduação sobre o tema: Educação Antirracista. O curso tem o objetivo de auxiliar professores da Educação Infantil ao Ensino Superior a se colocarem contra o sistema racista vigente, além de elaborarem e desenvolverem propostas pedagógicas antirracistas.

Em modalidade presencial, o curso terá aulas mensais, às sextas-feiras e sábados, com exceção da disciplina “Quilombos contemporâneos e educação”, que prevê aulas em formato virtual, além de uma aula-imersão no Quilombo de Ivaporunduva, na cidade de Eldorado (SP).

A pós-graduação Educação Antirracista tem duração de dois anos e é voltada a profissionais que atuam na Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e Ensino Superior. 

Sob a coordenação de Cristina Aparecida Reis Figueira e Silvane Aparecida da Silva e consultoria de Lisângela Kati do Nascimento, o corpo docente do curso é formado por mestres e doutores em Educação.

Mais informações e inscrição em: https://site.veracruz.edu.br/curso-pos/educacao-antirracista/ 

Serviço:

Instituto Vera Cruz 

Endereço: Rua Baumann, 73 – Vila Leopoldina

Telefone: (11) 3838-5992

Sobre o Instituto Vera Cruz – O Instituto Vera Cruz oferece formação de nível superior para profissionais e estudantes da área de Educação. Seu curso de graduação em Pedagogia e os de pós-graduação (Alfabetização, Literatura para Crianças e Jovens, Relações Interpessoais na Escola e Metodologias Ativas para uma Educação Integral) têm metodologia que integra teoria e prática, com oficinas, práticas de leitura e escrita, seminários, debates e estágios supervisionados. 

Os psicanalistas Christian Dunker e Vera Iaconelli são os convidados do próximo Encontro Abepar. O tema da conversa será o sofrimento de crianças e adolescentes e o papel da escola, da família e da sociedade. O encontro será transmitido ao vivo no dia 17/11, às 18h, pelo canal da Abepar no YouTube.  

O evento “Pensamento de Paulo Freire e as escolas nos dias de hoje”,  organizado pelo Colégio Santa Cruz, acontecerá no dia 23/10, às 10h. A mesa será mediada por Roberto Cartelli, coordenador do Curso de Educação Profissional do Colégio. O evento será transmitido via Zoom. Para se inscrever e participar, clique aqui.

Mesa 2 Autonomia

23 de outubro, das 10h às 12h

Com a participação de Giovana Cristina Zen (professora FACED/UFBA) e Lurdinha Paschoaletto (coordenadora pedagógica CESEEP) e mediação de Roberto Catelli (Coordenador do curso de Educação Profissional do Colégio Santa Cruz)

Inscrições abertas até 22/10, pelo link: www.santacruz.g12.br/centenario-paulo-freire-autonomia

 

Entre e fique à vontade! Começa aqui a nova jornada da Vila...

Há 40 anos a Vila é pioneira em formar indivíduos que vão viver os desafios do amanhã, criando jornadas em uma comunidade de aprendizagem, num coletivo em que o desenvolvimento se dá colaborativamente. E sabemos que é essencial aprender e evoluir todos os dias: como escola, como educadores, como cidadãos e cidadãs.

Em 2022, daremos passos importantes para conectar ainda mais a Vila ao mundo em que vivemos. Para começar, vamos concentrar nossa Vila num único bairro, o Butantã, em espaços geográficos próximos e integrados: um dedicado às infâncias e outro às juventudes. 

Vila das Infâncias

A Vila das Infâncias, que reunirá crianças da Educação Infantil até o 6° ano do Fundamental 2, será no mesmo local em que hoje está a unidade do Butantã, com novos espaços adequados às múltiplas oportunidades de desenvolvimento, de nutrição cultural, criatividade e cidadania. Teremos formação integral em horário ampliado, mais projetos integrados em inglês e mais conexão com a natureza.

Vila das Juventudes

A Vila das Juventudes, que reunirá adolescentes do 7° ano do Fundamental 2 até o final do Ensino Médio, será próxima dali, num novo prédio completamente pensado arquitetonicamente para abrigar nossos jovens e torná-los cidadãos conscientes e autônomos  em uma sociedade plural e inclusiva. Serão mais horas na escola em projetos transdisciplinares, em uma rotina de estudos autônomos, com atuação nos espaços coletivos para integrar as vivências interdisciplinares.

Uma Vila única, com tudo o que crianças e jovens precisam hoje:

  • Oficinas coletivas para potencializar talentos singulares
  • Grupos de estudos para proporcionar trocas e evolução conjunta
  • Coletivos e clubes culturais para estimular a pluralidade de ideias
  • Mais inglês e artes para ampliar as fronteiras do conhecimento
  • Projetos integrados para compreender a complexidade do mundo
  • Novos programas de voluntariado e estágios

Este é o projeto que inspira os próximos 40 anos da Escola da Vila. E, como sempre, queremos ir além. Continuaremos articulados com o que há de mais inovador e pioneiro na educação sem perder a nossa essência: ser uma Vila humana e questionadora, engajada e comprometida com a formação das crianças e jovens em suas jornadas para o mundo.

Vila das Infâncias.

Vila das Juventudes.

A Vila no Futuro, a Vila pelo Futuro.

 

Com informações da Escola da Vila por meio do Blog da Vila.

Divulgação: https://blog.escoladavila.com.br/j%C3%A1-conhece-a-vila-das-inf%C3%A2ncias-e-a-vila-das-juventudes

O seminário “A Rede Aprende com a Rede”, organizado pela ANEBHI (Associação Nacional de Educação Básica Híbrida), vai acontecer entre os dias 4/10 e 8/10. O evento terá como anfitriã a presidente da ANEBHI, Maria Inês Fini. O seminário contará com a participação de Guiomar Namo de Mello, Emilio Munaro e Renato Casagrande, todos integrantes da ANEBHI. Augusto Portugal, do Foreducation EdTech, e Alexandre Campos, do Google for Education, também participarão.

O evento é gratuito e será transmitido no canal da ANEBHI no Youtube. O Seminário terá início no dia 4/10 e vai acontecer das 18h30 às 21h30. Para assistir, acesse o link a seguir: https://youtu.be/IhH1-9K3fqo.

Quem participar do evento terá direito a certificado. Para recebê-lo, se inscreva no formulário do seminário: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSefYfR57phdjPolV_CH65X1veIxt5Dlnr9WbPfmuPQUTOm3Dg/viewform.

Caso tenha alguma dúvida em relação ao evento, entre em contato com os organizadores pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  ou pelo whatsapp (19) 97121 – 2171. 

 

A Universidade de São Paulo (USP) vai promover a “Feira USP e as Profissões” de modo virtual pela segunda vez, devido à pandemia. Ela vai acontecer nos dias 2 e 3 de setembro, das 10h às 16h. O evento tem como objetivo apresentar informações sobre cursos, carreiras e ingresso na universidade. 

A programação contará com lives, bate-papos, vídeos exclusivos e conteúdos culturais, sempre oferecendo ao público informações e atividades elaboradas pelas equipes da universidade, além dos museus e órgãos de cultura. A “Feira USP e as Profissões” é grátis. Para participar não é preciso inscrever-se. Assista à feira pelo site uspprofissoes.usp.br.           

Para saber mais sobre o evento, clique aqui.